Translate

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Ao correr dos dias


Esgoto-me no correr dos dias, apressada como asas de andorinhas na Primavera. Porque a vida é uma ampulheta de volta única, alimentando-se dos sonhos que se transformam em areia e desaguam nos rios que nos atravessam...

In the running of the days
I get tired myself in the course of the days, hasty as wings of swallows in the spring. Because life is a single turn hourglass, feeding from the dreams that turn into sand, and run into the rivers that flow through  us ...



 




 

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Tavira



Tavira a dos poetas, Tavira a formosa mirando-se no rio Gilão, que antes de entrar em Tavira se chama Séqua. Tavira a vaidosa, onde as muitas igrejas são o legado dos ricos mercadores Cristãos-Novos - malhas que a intolerância tece!
Tavira a dos turistas e dos pacatos pescadores, virada ao mar mas saudosa da serra, Tavira do Verão e do Inverno, Tavira de sempre...

Tavira of the poets,Tavira the beautiful aiming for the Gilão river, which before entering Tavira is called Sequa. Tavira the vain, where the many churches are the legacy of the rich "New-Christian" merchants - threads that  intolerance weaves!
Tavira for tourists and peaceful fishermen, facing the sea but longing for the hills, Tavira to summer and winter, Tavira to every time...






terça-feira, 21 de agosto de 2012

O gato preto


Muitas pessoas, talvez a maioria, gosta de gatos, isso é um facto. São bonitos, espertos, independentes, fofos, e eventualmente têm muitas outras qualidades. São as nossas pequenas feras de estimação.
Mas há uma cor que pode trazer problemas a alguns inocentes gatinhos - o preto. Ainda há quem diga barbaridades - que dão azar, até que são encarnações do demo!!!
O post de hoje é assim uma espécie de homenagem ao gato preto, exactamente um gato como qualquer outro - apenas preto...

Many people, perhaps the most, like cats, that's a fact. They are beautiful, smart, independent, cute, and eventually have many other qualities. Are our small pet beasts.

But there is a color that can bring problems for some innocent kittens - black. Some still say barbarities - that they bring bad luck, even that they are devil's incarnations!!!

Today's post is just a sort of homage to the black cat, a cat just like any other - just black ...

À porta, à espera

Pacatamente a ver quem passa...

A dormitar mas alerta!

Em todo o caso - não o irritem!

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Cores de praia


Nestes dias em que o sol nos beija tão calorosamente, as "cores de praia" sãs as mais lindas de se ver. O azul límpido do céu, a frescura verde e branca e a suavidade das ondas,  o dourado da areia...

In these days, when the sun kisses us so warmly, "beach colors" are the most beautiful colors to watch. Clear blue sky, the freshness and softness of the green and white waves, the golden hues of the sand ...

Caparica

Fonte da Telha

Nazaré

Cordoama

Arrábida

Dornes, no rio Zêzere

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Janelas, janelas

Janelas são os olhos da alma - perdão, os olhos são as janelas da alma!
Enfim, as janelas são espaços mais ou menos livres, que nos deixam ver de dentro para fora e de fora para dentro. Também há as janelas de oportunidade, que apenas os mais espertos conseguem ver, mas deixemos essas.
Há janelas de todos os feitios e tamanhos, sem vidros, com vidros normais, com vidros coloridos, cortinas, persianas, grades, etc. etc. etc....

Windows are the eyes of the soul - sorry, the eyes are the windows to the soul!
Anyway
, the windows are more or less free spaces, which let us watch from the inside out and from outside in. There are also windows of opportunity, that only smart people can see, but let us leave those.
There are windows
of all shapes and sizes, without glasses, with normal glasses, with tinted glass, with curtains, blinds, grates, etc.. etc.. etc ....
 

Janelas em quartos escuros
Windows in darkened rooms

 Janelas aos quadrados
Windows with many squares

Com cortinas de renda
With lace curtains

 Com um sorriso sardónico
With a sardonic smile

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Antes de nascer o sol


Antes de nascer o sol todos os sonhos da noite ainda parecem reais, os bons e os maus. 
Antes de nascer o sol os fantasmas ainda percorrem os caminhos celestes que apenas eles, os morcegos e os pássaros sabem como navegar. Quando o sol romper todos os fantasmas adormecerão até à noite seguinte.
Antes de nascer o sol todas as magias são possíveis, todas as imaginações são reais. Apenas por uns momentos, entre duas luzes, as realidades indistintas ficam em segundo plano e a fantasia pode ser tocada com ambas as mãos...

Before the sun rise every night dreams seem yet real, the good and the bad.
Before the sun rise the ghosts still roam the
heavenly paths that just they, bats and birds know how to navigate. When the sun will break all the ghosts will fall asleep until the next night.
Before the sun rise all spells are possible, all imaginations are real. Just for a moment, between two lights, the realities are blurred in the background and fantasy can be touched with both hands ...






quarta-feira, 15 de agosto de 2012

O Livro do tempo II - The book of the time II


Na igualdade dos dias a vida parece passar devagar, e afinal corre tão rápida. A flor que ontem era botão hoje já começa a murchar e amanhã estará seca. As estações do ano correm vertiginosamente, de um Natal a outro, de um Verão a outro Verão, e quase nem se dá conta...
Por isso tentamos tão desesperadamente imortalizá-lo. Desde a humilde fotografia à mais importante obra de arte, são sempre uma tentativa de segurar ao menos "aquele" momento.

In the similarity of the days, life seems to pass slowly, and after all it runs so fast. The flower that yesterday was a bud today begins to wilt and tomorrow will be dry. The seasons run precipitously, from one Christmas to another, from one summer to another summer, barely noticeable ...
So we try to immortalize it so desperately. From the humble photograph to the most important work of art, they all are an attempt of holding at least "that" moment.

Nós e laços que atem o tempo, para que não nos fuja
Knots and bonds that tie the time, so it will not run away from us



Uma escada para alcançar cada minuto
A ladder to get to each minute



Navegamos na vida conduzidos pelo tempo
We sail the life driven by time



E até tentamos escapar ao tempo
And even try to escape from time

terça-feira, 14 de agosto de 2012

A mulher de vermelho


Ela, a mulher de vermelho, obedientemente à porta, apenas mostrando-se. Não se cansa, não reclama, não faz greve. Limita-se a ser bela e a fazer inveja às outras com a sua elegância. Às outras que, apressadas, vão para os seus locais de trabalho, porque já tiveram muito que fazer em casa e se atrasaram, ou às que, cansadas de mais um dia de trabalho e ajoujadas ao peso dos sacos de mercearias, que entretanto compraram, se apressam para chegarem cedo a casa, que ainda lá têm muito a fazer...
Ela, a dama de vermelho, não tem tais preocupações. Limita-se a ser bela e a estar lá.

She, the woman in red, obediently at the door, just showing herself up. Does not get tired, does not complain, does not join to strikes. She confines itself to be beautiful and make the others to envy her elegance. The others, who hurry to their jobs, because they had much to do at home and are late, or those who, tired of one more working day and loaded with the weight of the bags of groceries, bought in their way back, rush to get home a little earlier, because there still is much to be done...
She, the lady in red, has no such concerns. She's just to be beautiful and to be there.


segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Breves encontros


O mágico momento em que o dia se despede da noite e a noite se despede do dia. Como dois amantes que apenas dispõem de alguns breves minutos para se amarem e logo se perdem...

The magical moment of the goodbye when the day leaves, and the night goodbye to the parting day. Like two lovers who have only a few brief minutes to love and soon get lost ...

A floresta luminosa
The luminous forest

O candeeiro envergonhado
The ashamed lamppost

Voo Matinal
Morning flight

 O último beijo
The last kiss

domingo, 12 de agosto de 2012

"Caçando" sombras


Estive em Fátima um dia destes, e como habitualmente é para mim um tempo para tirar algumas fotografias. Era meio dia e o sol queimava como brasas, por isso "Caçando sombras" é o título desta pequena série, tratada com um filtro Simplify, da Topaz. Porque sim, porque de vez em quando me lembro de que tenho esse filtro e gosto do resultado...
E como eu, caçadora de fotos e de sombras, invejei aquelas pessoas que tinham pensado no sol excessivo e dispunham de uma sombrinha para abrir!

I was in Fátima one of these days, and as usual that is for me a time to take some pictures. It was noon and the sun burned like hot coals, so "Chasing Shadows" is the title of this short series, treated with a Simplify filter, from Topaz. Just because, because from times to times I remember that I own this filter and I like its result ...
And
how much I, hunter of photos and shadows, envied those people who had thought in the excessively hot sun, and had an umbrella to open!

Uma excelente utilidade das paredes:
An excellent use of the walls:


Os postes dos candeeiros também:
Lamp posts too:

:-)O meu reino por uma sombrinha!
:-)My kingdom for an umbrella!

sábado, 11 de agosto de 2012

O Princípio


No princípio foi quando tudo começou, claro! Fez-se a luz e depois da luz veio o resto. Tudo o que chegou, venceu e desapareceu, como os dinossauros e sabe-se lá quantas civilizações muito mais avançadas que esta nossa... Avançadas o suficiente para se auto-destruirem. Mas essa é outra história. Esta história é apenas sobre 

In the beginning was when it all began, of course! There was the light and after the light came everything else. All which came, conquered its place and disappeared, like the dinosaurs and who knows how many civilizations far more advanced than this ours ... Advanced enough to self-destruct. But that's another story. This story is just about

O princípio:

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Uma tarde no Museu


Museus são sempre locais fascinantes, onde em segurança se realizam viagens temporais. Alguns anos, umas centenas, milhares ou milhões de anos para trás, através do passado que fez da Humanidade aquilo que de bom e de mau somos agora.
Uma visita ao Museu da Electricidade de Lisboa. Máquinas, equipamentos e modos de trabalhar que tiveram a sua vida útil e foram agora substituídos por outros, mais novos e mais modernos. E claro, a própria electricidade, pintada de azul como qualquer boa energia que se preze!

Museums are always fascinating places, where travel in time is safely hold. Some years, hundreds, thousands or millions of years back, through the past that made the humanity what of good and bad we are now.
A visit to the Electricity Museum in Lisbon. Machinery, equipment and ways of working that had their life and have now been replaced by other, newer and more modern. And, of course, the electricity itself, painted blue like any self-respecting good energy!






quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Páginas de velhos livros III


Páginas de velhos livros são imagens nostálgicas de um mundo que passou, transferindo-se para aquele universo paralelo que existe agora apenas no imaginário colectivo, como se fosse real...Tudo continua a existir, mas tudo agora é diferente, talvez porque nós também teremos atravessado o nosso caminho para esse misterioso universo, e também somos diferentes.
Pages from old books are nostalgic images of a world now moved to the parallel universe, that now is only in the collective imaginary, as if it were real ... Everything still exists, yet everything is different, maybe because also us have crossed our path to that mysterious universe, and we also are different now. 

Os longos passeios pelo areal de praias ainda desertas, onde os sons graves do bater das ondas se misturavam aos gritos agudos das gaivotas, numa sinfonia feliz e repousante.
The long walks along the shore of still deserted beaches, where the bass sounds of the crashing waves blended with the high cries of seagulls, composing happy and restful symphony.



As caminhadas a dois, quando o ar era limpo e a solidão não tinha ainda encontrado o caminho para as nossa almas.
The couple walks, when the air was clean and loneliness had not yet found the way to our souls.



Os mercadinhos de rua, onde tudo se vendia e se comprava e onde todos eram velhos conhecidos.
The street little markets, where everything was bought and sold, and where all were old acquaintances.

 
O passeio à beira-rio, que terminava na esplanada onde sempre havia algo para se petiscar.
The walk along the riverside, ending on the terrace where there was always something special to snack.